Os recursos energéticos descentralizados do futuro

A maior parte do consumo mundial de energia e das emissões de carbono são produzidas nas cidades, fomentando no futuro do setor energético e no sucesso das estratégias de descarbonização. A fim de obter uma eficiente utilização dos recursos existentes nas cidades, melhorando a qualidade de vida dos seus cidadãos e tornando-as mais sustentáveis, a tecnologia e a acelerada digitalização em todas as áreas de atividade da economia urbana tornam-se ótimas soluções.

A tendência é que os cidadãos sejam cada vez mais autossustentáveis no futuro, através das soluções descentralizadas para geração de energia solar e eólica com possível armazenamento na forma de baterias ou hidrogênio, associadas a tecnologia peer to peer, com contadores inteligentes e gestão dinâmica de consumos. Desse modo, possibilitando também a redução das necessidades de investimento na rede elétrica.

Na mobilidade, os transportes públicos tem um papel fundamental para reduzir o congestionamento e o seu respectivo impacto ambiental, assim como a revolução tecnológica em curso nos automóveis, que deverá conduzir a um aumento significativo da utilização efetiva dos veículos, uma redução da energia consumida e uma melhoria da qualidade do ar. Pode-se incluir também nessa revolução os serviços de motoristas particulares de aplicativos, uma das soluções integradas de mobilidade que permitem uma otimização no tempo e no espaço do percurso.

Assim, os segmentos energéticos das cidades futuramente terão elevados fluxos de informação e processamento de dados, fluxos energéticos bidirecionais, necessidades muito maiores de soluções de armazenamento, gestão ativa de consumos e redes mais descentralizadas.

Nesse contexto, promovemos o “Energy Day”, acerca dos Recursos Energéticos Descentralizados, em parceria com o Ministério de Economia e Energia da Alemanha (BMWi), a GIZ e o Ministério de Minas e Energia (MME). O evento contará com palestrantes alemães e brasileiros, que discutirão as oportunidades e desafios para sistemas de energias do futuro, permitindo a troca de experiências entre os dois países.

Participe e confira as oportunidades e desafios para os sistemas de energia do futuro.

Contato: Rodrigo Landim | Tel: (21) 2224-2123 - Ramal 110

Fonte: Expresso