A expansão da indústria de energia solar e eólica

O setor de energia solar foi marcado por grandes conquistas no ano de 2018. A ANEEL divulgou, que o número de sistemas fotovoltaicos instalados no Brasil dobrou, em comparação ao ano de 2017.

Nesse sentido, 27.166 sistemas foram conectados em 2018, no ano anterior foram apenas 13.588. 

Outro acontecimento marcante foi a aprovação do Plano Decenal de Energia, prevendo a instalação de 1,35 milhão de sistemas de micro ou minigeração distribuída, totalizando 11,9 GW, até 2027. Para a implementação do plano está previsto um investimento de quase R$ 60 bilhões ao longo desse período. 

Esse desenvolvimento próspero oferece ótimas oportunidades de negócio para empresas brasileiras e alemãs do ramo! 

A AHK Rio, que promove esse movimento, publica, em cooperação com o Instituto IDEAL, o estudo anual de mercado "O Mercado Brasileiro de Geração Distribuída Fotovoltaica". Lançado em português e inglês, o estudo apresenta o desenvolvimento do mercado em análises comparativas e identifica avanços e desafios do processo de conexão à rede no âmbito das normas da ANEEL: REN 482/2012 e sua revisão, a REN 687/2015. O estudo, que é pioneiro e o maior estudo anual sobre o mercado da geração distribuída fotovoltaica no Brasil, reflete o resultado de entrevistas com mais de 2.000 empresas cadastradas no Mapa de Fornecedores do setor FV do programa América do Sol.

Além de ter acesso aos dados exclusivos do mercado brasileiro, o estudo que é único com a chancela da ANEEL, oferece oportunidades exclusivas de patrocínios com benefícios, que aumentam a presença e visibilidade da empresa.

Acesse o informativo para receber mais informações.

Resultados notáveis também são registrados no setor brasileiro de energia eólica. Com um crescimento constante da capacidade eólica de um pouco menos de 1 GW em 2011, o Brasil evoluiu para 14 GW em dezembro de 2018, estabelecendo-se como um dos países mais importantes em termos de energia eólica no ranking mundial. Segundo a ABEEólica, está previsto a abertura de 261 parques eólicos, adicionando uma capacidade suplementar de mais 4,37 GW.  A energia eólica produzida evita, conforme informações da ABEEólica, a emissão de cerca de 28 milhões de toneladas de CO2 por ano no Brasil, equivalente à descarga anual de dióxido de carbono de 21 milhões de veículos.

Para estimular ainda mais o desenvolvimento desses setores, a AHK Rio realizará no começo do ano duas missões técnicas para a Alemanha. 

A missão Solar Energy & Storage Technologies, organizada pela AHK Rio em conjunto com o parceiro alemão Renewables Academy AG (RENAC), acontecerá entre os dias 10 a 15 de março. A delegação possui o apoio do Ministério de Economia e Energia da Alemanha (BMWi) e irá às cidades de Stuttgart, Freiburg (capital solar alemã) e outras cidades da região para visitar mais de 13 empresas e projetos renomados no setor de energia solar. O objetivo é apresentar as melhores práticas, desenvolvimentos, potenciais e aplicações fotovoltaicas, de CSP e tecnologias de armazenamento na Alemanha, bem como dar recomendações para a integração de energias renováveis à rede elétrica. Além disso, a missão possibilita o contato a empresários e experts nos temas, apresentando-se como uma oportunidade única para o desenvolvimento de parcerias e negócios com o país precursor em tais tecnologias e soluções.

A procura pela Missão Técnica foi de grandes proporções, confirmando-se o grande interesse do empresariado e evidenciando os futuros potenciais. Estão sendo oferecidas as últimas vagas para o fechamento da delegação. Nesse sentido, a AHK Rio já está planejando uma segunda Missão Técnica com a mesma programação para final de maio.

A delegação Offshore Wind acontecerá entre os dias 19 e 24 de maio de 2019, proporcionando aos participantes um aprofundamento e atualização nos conhecimentos sobre regulamentação técnica e ambiental do setor eólico offshore. Além disso, serão apresentadas novas tecnologias e as últimas tendências. A delegação terá uma excelente oportunidade para a geração de contatos nas principais empresas, instituições de pesquisa e agências regulatórias do setor eólico offshore alemão.

Para mais informações acesse o flyer informativo e a programação completa.

Stefanie Börner Falcão
Gerente de Comunicação & Marketing
(+55 21) 2224-2123 Ramal 114
Enviar E-mail